quarta-feira, 12 de novembro de 2014


Eu não gosto da cor amarela em restaurantes. Da luz amarela, sim, que é perfeita praticamente em todas as ocasiões. Digo, da tinta amarela preguiçosa cobrindo paredes e toalhas de mesa. E o visual de todo o ambiente, com seus cardápios, e placas, e cortinas, e toldos, e detalhes diversos tornando o lugar anêmico, como os sentidos de quem um dia acreditou que usar aquela cor seria uma boa ideia. Ela me tira a fome. Me faz acreditar, sem nenhuma razão bem pensada, que tudo ali é malfeito. O sentimento pessoal de que cor é um assunto realmente sério. E que se não há um nítido cuidado com o assunto, talvez eu não devesse perder meu tempo comendo qualquer coisa ruim em mesas cujas toalhas são tão desprezíveis.

Nenhum comentário: